quarta-feira, 28 de abril de 2010

Recentes acontecimentos envolvendo Portugal

Esta subida da SPF ao 3º lugar do pódio da FIFA teve um timing... esquisito... em relação a outras situações em que envolveram Portugal ultimamente.
Sem querer retirar um milímetro ao mérito do referido colectivo desportivo (nosso representante pelo mundo na modalidade), esta subida parece-me ser uma coincidência estranha.
Até parece que é para distrair ou calar o povo português...

Artes divinatórias

É aqui que, supersticiosa de ganância, a Economia encontra a Astrologia.

Olá, adeus

Agência Financeira: "O país tem que responder a este ataque dos mercados".

Ao cuidado das agências de rating, a minha resposta.

sábado, 24 de abril de 2010

Regionalização/Propostas de bandeiras para as regiões de Portugal

Dada a minha opinião sobre uma regionalização em Portugal aproveito também para expor algumas ideias para bandeiras regionais (caso se requeiram bandeiras para esse efeito e caso sejam definidas cinco regiões).


Conjunto padronizado:

Estrela - Símbolo positivo, pretende simbolizar a ligação de Portugal à União Europeia aludindo às estrelas da bandeira da dita entidade; verde escura, partida de vermelho sobre fundo branco para exaltação das cores nacionais.



Vermelho escuro - as quentes terras alentejanas.



Laranja - as costas de areais algarvias.



Verde - o solo fértil do coração de Portugal.



Negro - da bandeira municipal de Lisboa.



Azul escuro - cor fundamental da nacionalidade portuguesa.


Conjunto diferenciado:


Descrição do modelo:

Campo de branco - para melhor evidência das demais cores.

Verde azeitona - Simboliza, aqui, todo o fruto da terra alentejana.

Azul celeste - o límpido céu que juntamente com as planícies compõem a moldura alentejana.


Descrição do modelo:

Campo de branco - para melhor evidência das demais cores.

Cerceta - o Oceano Atlântico que banha toda a costa algarvia.

Laranja - a orla costeira algarvia.


Descrição do modelo:

Verde - Litoral Centro.

Bordeaux - Interior Centro.

Branco - todos os corpos de água da região.




Descrição do modelo:




Banda de branco - estuário do rio Tejo que divide as duas margens.




Descrição do modelo:

Azul naval - Litoral Norte.

Castanho - Interior Norte.

Branco - todos os corpos de água da região.


Informações:

Regionalismo
Regionalização de Portugal

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Reguadas

A propósito desta notícia do Jornal i.

Eu refuto, a princípio, a reprovação de (eficazes e inofensivas) reguadas. Apanhei algumas na 1ª classe (ano lectivo 86/87). Não era dos que apanhava mais.
Não sinto qualquer ressentimento (embora por vezes o professor errasse num castigo ou noutro, pois é humano e também erra) porque mesmo sendo eu novo, e também olhando agora para trás, via e vejo que os castigos não eram nada de pessoal. Faziam parte de um método de ensino, método esse que me proveu algumas das bases-chave daquilo que hoje sou intelectualmente, embora não tenha qualquer formação superior.

Lembro-me que muito raramente se ouviam palavrões no recreio pois alguém se queixaria (mesmo que meio a brincar) e isso traria reprimendas. Pequenos constrangimentos que todos preferiam evitar.
E não era pressão ou medo que sentia. Era protecção e segurança. Porque sabia que, tal como eu, todos os outros seguiam a mesma "lei".

O que sinto hoje é que qualquer bandalho me pode enxovalhar e escapar sem nenhum castigo nem arrependimento.

Se ninguém se portar mal não há que ter medo de castigo algum.

Canção

Não há canção para mim.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Tudo passa

Tudo passa
Entre júbilo e desgraça
Solidão e companhia.
E entre ser e não ser
É só um dia
O nascer e o morrer.

domingo, 11 de abril de 2010

Katherine Bigelow

Bem... Esta senhora é mais velha do que a minha mãe, mas tem um poder de atracção hipnótico. Esplêndida!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Academia Wikipédia em Portugal

Sou utilizador da Wikipédia já há algum tempo. Para mim a característica mais marcante desse projecto é a confiança no próximo. Claro que por vezes essa confiança é quebrada por alguém, mas na generalidade o projecto funciona tão bem quanto possível. Num mundo ideal seria assim que tudo funcionaria - à base de confiança. Portanto eu apoio esse projecto (que até serve para promover a língua portuguesa), nem que seja divulgando-o.

Este é o anúncio do evento:

A Academia Wikipedia (sítio em academia-wikipedia.org) realiza-se pela primeira vez em Portugal, na Exponor, Porto, a 16 de Abril, sendo uma parceria entre a Associação Wikimedia Portugal (sítio em wikimedia.pt) e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Irá contar com diversos oradores (programa em academia-wikipedia.org/programa.php), onde se conta, por exemplo, Kul Takanao Wadhwa, Head of Business Development da Wikimedia Foundation. Docentes universitários, investigadores, editores e empresários compõem o restante painel.

A inscrição é gratuita, obrigatória e online em academia-wikipedia.org/inscricao.php. Mais perguntas? Página de contacto em academia-wikipedia.org/contacto.php e no mail press@wikimedia.pt

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Casos de polícia, jornalismo, e sei lá mais o quê...

Acerca de casos de polícia e/ou irregularidades várias, envolvam quem envolverem, só quero saber uma coisa: que a justiça funciona.

Noticiam um caso claramente e quando sair a sentença transmitem-na ao público.

Não acredito que ajude muito à resolução dos casos o "diz que disse" / "diz que não disse" diário e repetitivo nos media.

Se a Justiça não funciona haja seriedade para se alterar o que tem de se alterar, sempre nos bastidores dos locais próprios.

É completamente dispensável "novelas" nauseantemente debatidas em público e por todo o lado, e "circos" em directo das portas dos tribunais.

Com tanto falatório até os casos perdem a importância, e isso não é bom.

sábado, 3 de abril de 2010

Poema de Expiação

Impõe-me a consciência
Alguma penitência

Imolo em fogo público
A minha estima ao próximo
Pelo encontro ocasional
E pelo trato habitual

Os pássaros e as flores
Do mundo, todas as cores
A Natureza
E toda a sua beleza
Lhes pousem no ombro
Todo o meu apreço.

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!