sexta-feira, 16 de julho de 2010

Plano fúnebre

Não quero ser enterrado
Quero jazer em campo aberto
Depois do mato cerrado
Na miragem do deserto

Mas longe da vista
Sem deixar qualquer pista
Na mais alta montanha
Sobre a terra castanha

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!