segunda-feira, 26 de julho de 2010

Portugal na Antárctida

Foi distinguida uma investigadora portuguesa (a qual merece todo o reconhecimento) por trabalhos levados a cabo na Antárctida.

No entanto, neste caso da Antárctica como noutras áreas, não pode ser apenas um português a conquistar algo. Tem de ser Portugal. Só assim se notabiliza um país e todos os seus nacionais beneficiam com o feito alcançado.
Quando se ouve dizer que um cientista português conseguiu isto ou aquilo numa universidade britânica ou americana (por exemplo), parece-me que o benefício maior é para o anfitrião. Parece que é trabalhar por conta de outrem.

Certamente que para Portugal não será uma prioridade ter uma base permanente em solo antárctico, mas é curioso que tantos países sem tradição de exploração de terras não contíguas às suas marquem, de alguma forma, presença na Antárctida.

Portugal, com a sua História, deve ter na Antárctida - grosso modo - o único sítio da Terra onde não teve nem tem presença significativa.

Mais informações:

Portal Polar

Secretariado do Tratado da Antárctida

Bandeira do Secretariado do Tratado da Antárctida

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!