domingo, 22 de agosto de 2010

Wikileaks

O Wikileaks pertence a um assunto mais vasto do que apenas ao caso recente.
A essência do Wikileaks e quejandos trata-se sobretudo de voyeurismo. É um sentimento algo infantil o de fazer algo extremo e mostrar a toda a gente. Dantes mostrava-se aos amigos e chateava-se os pais. Agora com a Internet mostra-se a todo o mundo. Mas não se ganha nada de significativo com isso. Parece-me até que traz mais problemas do que benesses.

Paralelamente costumo pensar que, se aconteceu, deve ser conhecido para que se aprecie e se tire as devidas ilações.

Indubitável é o perigo de tais acções - denunciar identidades, acontecimentos em contextos muito próprios, etc...
Eu não gostaria de ser o responsável pela desgraça de ninguém.

Falando do caso actual, aparece a Suécia (que até tem uma tradição de neutralidade internacional) com acusações atabalhoadas (acusa num dia e anula no outro) a fazer figura de República das Bananas - perdão - Reino das Bananas.
É óbvio o problema entre os Estados Unidos e esse site. Não sei é para que foi a Suécia lascar a sua credibilidade.
Mas pronto... às vezes nem quem está metido nos assuntos sabe o que se passa, cada um faz para seu lado...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!