domingo, 26 de dezembro de 2010

Ódio Sentido

Odeia-me
deseja-me o pior que conseguires
Derreia-me
carrega-me de podre rancor
Despreza-me
cospe-me no rosto daquilo em que acredito
Desmancha-me
com o corte afiado de um olhar

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!