terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Sahara Ocidental

O caso da hipotética independência do Sahara Ocidental não é, nos aspectos mais fundamentais, comparável ao caso da independência de Timor-Leste.

Timor-Leste era (e é) culturalmente cristão católico (entre outras características distintas) ante a muçulmana Indonésia.

No caso do Sahara Ocidental não parece haver substanciais diferenças étnicas, linguísticas e culturais que justifiquem uma independência.

Não sei que legado a Espanha deixou ao Sahara Ocidental, mas não parece tão marcante quanto o legado que Portugal deixou em Timor-Leste.

Fosse para construir um país livre de religião e dos piores hábitos tradicionais que podem haver e estaria eu na linha da frente no apoio à causa.
O que menos faz falta ao mundo são mais países islâmicos.

Isto são as independências modernas. Nem mesmo no Kosovo, com mais diferenças em relação ao resto da Sérvia do que o Sahara Ocidental em relação a Marrocos se justifica a independência, quanto mais...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!