segunda-feira, 2 de maio de 2011

A morte de Osama bin Laden

Este tem sido um ano devastador para o extremismo islâmico. Houve mais progresso na luta contra o fundamentalismo islâmico em quatro meses do que nos últimos dez anos.

Primeiro foram as revoltas em países árabes. E agora (talvez parte dos frutos das revoluções atrás mencionadas) a morte de Bin Laden.

Há opiniões de que a figura de Bin Laden já não seria tão importante na Al-Qaeda.
Mas se Osama não fosse uma peça importante na manutenção da ideologia do terror, não teriam sido encetados tantos esforços para o capturar.

A morte de Osama tem, indiscutivelmente, um impacto desestabilizador não só na Al-Qaeda como também noutros grupos terroristas.

Esta captura será, em princípio, dissuasora para qualquer terrorista pois mostra que por mais influente que seja acabará por ser apanhado.

Mas só com o tempo se verá a dimensão e os resultados deste acontecimento.

É de esperar que as sociedades muçulmanas continuem no caminho do repúdio ao fanatismo religioso e se tornem sociedades cada vez mais respeitáveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!