sexta-feira, 13 de maio de 2011

Religiosidades recentes

O protestantismo não é somente uma ramificação religiosa. É uma cegueira politico-monarquista no Reino Unido e politico-capitalista nos Estados Unidos (só para dar dois exemplos de como o protestantismo se manifesta em diferentes sociedades).

A cisão resultante da reforma protestante abriu um dos mais indesejáveis precedentes nestas coisas das crenças. A pululação de seitas com os mais absurdos fanatismos e denominações (se o Martinho Lutero começou um grupo porque não hei-de eu começar um também?!).

Quanto a estes misóginos e outros parecidos só têm uma coisa a fazer; se a sociedade naturalmente mista os incomoda o melhor é isolarem-se. Vão viver para uma gruta. Aí podem dedicar-se, sem distracções, exclusivamente ao Senhor. Quem está mal, muda-se.

3 comentários:

  1. Só há uma coisa que me faz comentar os seus posts. A sua ignorância. Neste post, dá a entender que os adeptos do Glasgow Rangers são maus e os adeptos do Celtic, também de Glasgow, são as vítimas. Nada mais infundamentado. Veja lá que os integracionistas republicanos da Irlanda do Norte, (IRA), são profundamente católicos. Absoluta coicidência. Mesmo a propósito.

    ResponderEliminar
  2. Eu não falei em católicos porque este ataque partiu de um protestante. Na Irlanda do Norte há os querem uma idependência total, os que se querem juntar à República da Irlanda e os que querem permanecer parte do Reino Unido. Eu sei disso. Você é que deve pensar que é muito esperto.

    ResponderEliminar
  3. Não sou esperto. Não dou é a entender coisas que estão completamente fora da reladidade. Os adeptos do Celtic são católicos e os do Rangers ou são ateus ou no maximo serão protestantes da Igreja da Escoçia, o que não tem nada a ver com a Igreja de Inglaterra.

    Quanto à Irlanda do Norte, é verdade aquilo que afirma, mas é preciso que se note que os migrantes do Ulster vieram da Escoçia e não de Inglaterra e que a maioria dos migrantes escoceses de origem irlandesa vêm da República da Irlanda e por isso profundamente católicos, tal como toda a população irlandesa. O IRA, integracionista, com bases republicanas, segue o caminho católico e como se pode ver continua com a violência. Isto mesmo que Mcguiness e Adams tenham rejeitado a violência.

    Num outro post, disse que Obama devia deixar Deus para outras ocasiões. Se reparar, os EUA são o único país que que tem no seu dinheiro as palavras "In God We Trust", isto revela o fudamentalismo em que a América esta mergulhada. Em certas escolas, como por exemplo do estado da Pensilvânia, o Design Inteligente é ensinado paralelamente com a Teoria de Evolução. Para além disso no "Bible Belt", a população é profundamente religiosa, podendo-se falar de fundamentalismo. As pessoas acreditam que deus criou o mundo há 6 mil anos e o Homem à sua imagem e que a América, tal como Israel, é a terra prometida.
    Resumindo, quem quer ser presidente do país maís fudamentalista cristão do mundo, tem que jurar sobre a Bíblia e dizer "God Bless America".

    ResponderEliminar

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!