sábado, 10 de setembro de 2011

Inveja

Às vezes sinto uma espécie de inveja de quem viveu e já morreu. De quem viveu a sua vida e morreu aos 60, 70, 80 anos... De quem teve a sua vida noutros tempos; nasceu no princípio do século XX e morreu nos anos de 1970, por exemplo. Costumo pensar que esses já se safaram. Cumpriram a sua missão e acabou-se. Não devem nada a ninguém.

Mas ainda sonho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!