quinta-feira, 11 de abril de 2013

Contos de altruísmo (ou estupidez...)

Quem me dera que nunca me tivesses visto. Assim podia ver-te feliz por teres encontrado o amor. Provavelmente como um pai vê uma filha quando esta lhe conta que encontrou o homem certo. Assim só posso ver-te o amor por felicidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentar neste blogue

Qualquer internauta é bem-vindo a comentar. Comentários que não tenham nada a ver com o assunto em pauta, insultos gratuitos, etc... serão removidos. Obrigado por comentar!